a quem dizer

Que faz o vice-cônsul todas as manhãs e todas as noites junto dos campos de ténis desertos? Que fazia ele? A quem dizê-lo? A quem dizer isso? A quem dizer o que é impossível dizer?
A alameda está de novo deserta. O transeunte deixou os jardins. O ar dança diante dos olhos. Charles Rossett tenta imaginar o rosto liso do vice-cônsul e constata que já não pode fazê-lo.
Alguém ao longe assobia Indiana's Song. Não se vê quem. 


Marguerite Duras, O vice-cônsul