ii.

Porque a imprensa fornece um novo dia e uma noite maior:

Numa fábrica de papel registou-se um invulgar desastre no trabalho: um operário caiu num misturador e ficou literalmente transformado em pasta de papel. Só se deu pelo acidente quando os filtros da pasta se entupiram. Nessa altura, apenas restavam no misturador uma das mãos da vítima, uma rótula, uma madeixa de cabelos e tiras de pele. O corpo achava-se integrado nas folhas de papel que continuavam, entretanto, a sair das prensas.

O escultor japonês Tomio Miki anunciou hoje que vai apresentar brevemente as suas últimas criações - as suas últimas orelhas. Com efeito, desde 1963 que Miki não trabalha outro tema. Só esculpe orelhas - orelhas esquerdas - em alumínio e gesso. 
O escultor recusa-se a explicar a sua admiração pela orelha esquerda ou a comentar e interpretar as suas obras. Mas os críticos afirmam que elas exprimem um "pensamento de solidão".

Desejando ver como pode um homem transformar-se em tocha, cinco crianças lançaram álcool sobre um indivíduo que dormia num banco de uma estação de autocarros, chegando-lhe depois fogo. Contemplaram em seguida as chamas.

Está a comer-se a si próprio, até acabar por morrer, um polvo de um aquário público de Berlim. Devora-se à velocidade diária de meia polegada.
O polvo começou a comportar-se de maneira estranha há cerca de dez dias, e dois dos seus tentáculos já se encontram devorados até meio. Espera-se que acabe por morrer, meio comido por si mesmo.
A razão do comportamento do polvo permanece inteiramente desconhecida. 

Foram hoje revelados planos de construção de uma máquina, feita à imagem e semelhança do homem, capaz de respirar, tossir, contrair os músculos e até mudar de cor, do rosa ao azul e ao cinzento claro.


Herberto Helder, Poesia toda