conseguiram ser felizes dez minutos seguidos

Vamos ser felizes por um tempo, vida minha,
embora não haja razão para sê-lo, e o mundo
seja um balão de gás letal, e nossa história
um filme B de bruxas, zumbis e vampiros.
Felizes porque sim, para que um dia gravem
em nossa sepultura o seguinte epitáfio:
“Aqui descansam os ossos de uma mulher e de um homem
que, não se sabe como, conseguiram ser felizes
dez minutos seguidos”


Fabiano Calixto