Depois de termos o vinho na mesa, e de termos pedido a comida, ela disse: "Tenho uma coisa para te contar."
Não deve haver frase mais desagradável de ouvir do que esta. Há grandes hipóteses de a coisa que nos vão contar, seja ela qual for, se revelar constrangedora, e que nos seja sugerido que outras pessoas tiveram de suportar esse constrangimento, enquanto nós vivíamos numa feliz ignorância.


Alice Munro, Face em Demasiada Felicidade