haverá sempre um gesto luz 
a romper o trabalho dos homens

vi uma flor rompendo a calçada
quis o meu trabalho que não a pisasse


André Tomé